Ode aos habitantes faunísticos

Porque são muito dóceis e simpáticos…

Porque equilibram a sustentabilidade (ao devorarem todos os restos de comida, diminuindo o volume dos nossos desperdícios)…

Porque dão vida à aldeia, a qualquer hora do dia ou da noite…
MEL
MEL

 

Falta aqui o Noddy, o gato mais meigo da aldeia…

A cadela é a Obama, o primeiro gato é lindo, peludo e é da D. Maria do Carmo!!!

2 responses to “Ode aos habitantes faunísticos

  1. acho lamentavel que um turismo de aldeia não aceite animais , como tenho uma cadela wippett sempre que saio para o campo gosto de levar a minha cadela

    • Estimada Cristina,

      Também nós temos vários animais e uma enorme estima por eles. São uma grande companhia e até os habitantes das OLIVEIRAS partilham o seu dia-a-dia com vários animais, mais ou menos domésticos.

      Inicialmente aceitávamos animais, mas alguns animais dentro das casas fizeram estragos, decidimos solicitar que os animais não entrassem nas casas, de forma a preservar as casas. Acontece que alguns animais no exterior também começaram a trazer transtorno aos habitantes locais…

      Assim vimo-nos impelidos a impedir que os nossos clientes tragam os seus animais. Penso que compreenderá que acima de tudo há que preservar as boas relações entre os clientes, nós e os habitantes da aldeia.

      Bem-Haja!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s